Contos da Maux

A HISTÓRIA DO ESSE

Dona Maricotinha era professora de uma sala muito danada de bagunceira    

  e a mais danada era a Mariana.

  Mariana tocava guitarra, bateria, vivia fazendo caretas por trás da professora,

todo dia colocava peruca de uma cor diferente,

usava roupa estranha bem fantasiada nem parecendo que era a mesma pessoa,

e passava o tempo todo da aula inventando musiquinhas.

Dona Maricotinha resolveu dar uma tarefa para Mariana, para ver se ela se aquietava e deixava a sala estudar em paz.
Chamou Mariana e disse:
- Você gosta muito de tocar guitarra e cantar. Então invente uma canção para a letrinha que você mais gostar.

Mariana pensou,

pensou,

experimentou os sons,

dançou sozinha, chamou o Zezinho

e decidiu cantar com ele a história do ESSE.

Com a musica do "eu sou pobre, pobre, pobre" Mariana e Zezinho cantaram esta letra:

"Eu sou esse, esse, esse
de som lindo, lindo, lindo.
Sou suave e bem gostoso.
Eu sou lindo, lindo, lindo."

Dona Maricotinha gostou tanto que pediu à Mariana e Zezinho que cantassem muitas vezes

           

e todo mundo dançou e cantou com eles.

Para colocar de novo ordem na sala, Dona Maricotinha disse:


- Agora você tem que explicar em palavras, porque gosta tanto do .

Mariana respondeu:

- Tia, o é uma letra muito discreta e trabalhadora. Vive sussurrando delicadamente. É a letra querida dos músicos e poetas.

Quando está entre duas vogais o fica bem levezinho e gostoso com o som de .

Assim acontece em:

caso, vaso, visual, tese, pose.

Entre vogais o só fica forte se tiver um ajudante igual a ele, como em:

posso, assalto, asseio, assoalho, tosse.


No final das palavras, o fica bem sussurrado
como em:

bobos, feiras, bonecos, mas, bebes.


Antes das consoantes, o também sussurra, porque é muito discreto e não quer aparecer mais do que as outras letrinhas.
Isso acontece em:

Susto, distúrbio, destreza, fístula.

Dona Maricotinha gostou muito da explicação e até chamou o diretor da escola para ouvir a beleza da canção inventada por Mariana.

Pediu então a Mariana e Zezinho que cantassem novamente a musiquinha do .

 

Vamos cantar com Mariana e Zezinho, Dona Maricotinha, o diretor sr. Carlos, e seus amiguinhos?

    

       


"Eu sou esse, esse, esse
de som lindo, lindo, lindo.
Sou suave e bem gostoso.
Eu sou lindo, lindo, lindo."

 

Cartilha Moderna - 1966
Autora: Maria Auxiliadora Leite Mota (Maux)
Escola Normal "Duque de Caxias" - Piquete, SP
Texto protegido pela Lei de Direitos Autorais

 

 

Voltar