Aventuras de Pedro Malasartes

 

PEDRO MALASARTES NO CÉU
Amadeu Amaral - Tradições Populares

 

 

Cansado de vagar pelo mundo, Malasartes resolveu dar um passeio ao céu, onde chegou com três dias de viagem. Bateu no portão do paraíso e esperou. Pouco depois ouviu a voz de São Pedro:
- Quem é?
- Sou eu.
- Eu quem?
- Pedro Malasartes.
- Que vem você fazer aqui no céu?
- Vim dar um passeiozinho. Quero ver essas belezas aí de dentro.
- Não pode ser, moço. No céu não entra ninguém vivo.
- Tenha piedade, São Pedro, só quero dar uma espiadinha…
- Nada, não é possível!
- Ora, abra, São Pedro, abra por favor… é só um instante… Deixe-me ao menos botar a cabeça aí dentro…

E tanto pediu e rogou, que São Pedro, já abalado, ou caceteado, entreabriu-lhe a porta para que espiasse. Malasartes deitou-se, mais que depressa, de barriga para baixo, com os pés voltados para a porta, e foi-se deslizando para dentro do céu. São Pedro protestou, mas o Malasartes retrucou-lhe que o santo se havia comprometido a deixá-lo meter a cabeça no céu, e era o que estava fazendo. O chaveiro celeste não teve remédio senão conformar-se, porque palavra de santo é como a de rei, não volta atrás; e o caso é que quando a cabeça de Malasartes penetrou no céu já estava o corpo dele inteirinho…

Entrou por uma porta e saiu por outra.
Quem quiser que conte outra

 

Voltar