O NASCIMENTO DOS NÚMEROS

Contos da Maux

 

 

Antigamente, era muito difícil contar as coisas, porque não existiam os números.
Para fazer compras era uma doidice.

Por exemplo:

você comprava um

pagando com duas    

ou com uma

 

e assim por diante ocorriam as trocas mais malucas...

Aconteciam muitas brigas porque quem recebia, afirmava estar ganhando pouco e quem pagava, dizia que estava pagando demais. Era uma gritaria infernal, com muita briga e muito barulho.
Foi então que uma bruxa daquelas bem bravas e dorminhocas (porque todo dorminhoco é bravo quando é acordado?) resolveu acabar com aquela confusão que não a deixava dormir.

 

Para organizar aquele caos, ela criou os algarismos. Eles representavam o número de coisas como:

1 - um queijo -

2 - duas espigas de milho -

3 - três maçãs -

4 - quatro frangos -

5 - cinco cafezinhos -

6 - seis sanduiches -

7 - sete abelhas -

8 - oito cães -


9 - nove florzinhas -           

O zero não ficou com valor algum, só servindo para juntar-se com os outros, formando famílias.
Mas essa é outra história...

O importante foi que com a invenção desta forma de se contar as coisas, começou então a haver ordem no mundo.

Isto graças a uma bruxa muito dorminhoca...

 

"Maux ensina Matemática"
Autora: Maria Auxiliadora Mota Gadelha Vieira (Maux)
Texto protegido pela Lei de Direitos Autorais
 

 

 

Voltar