A HISTÓRIA DO ZERO
Contos da Maux


 

Quando a Bruxa Dorminhoca criou os algarismos 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, e 9
criou também o
e o chamou de ZERO. Não lhe deu funções.
O pobrezinho logo, logo, começou a ser ridicularizado pelos outros coleguinhas. Não possuia nenhum valor, não trabalhava e foi ficando cada vez mais gordinho como acontece com menino que não gosta de fazer exercício e passa o dia todo assistindo televisão e comendo.

- Zé Bolão, Zé Bolão, olhe só para o seu buchão... Assim zombavam dele os outros algarismos.
O que se achava o mais bonito deles era o mais implicante:

- Faça um regime Zé Bolão. Torne-se magro como eu....

- De que adianta ser magro e todo mundo dizer que SETE é a conta do mentiroso? retrucava o pobre Zero.

- Você poderia ter uma cintura fina como a minha, dizia o que também era gordinho, mas que tinha muita vaidade de sua cintura fina.

- Grande coisa sua cintura fina, seu oito biscoito, choramingava o Zero.

- Seja como eu, dizia o . Sou um falso magro.

- Porcaria você é, Cinco, pois as pessoas vivem desenhando você errado, ria o , só para implicar com o Cinco e cutucando o .

Os outros algarismos ficavam quietos, pois o achava sua cabeça grande demais
e o e o queriam mais era brincar.
O único que defendia o Zero era o , que gostava de brincar com o amigo, rodando-o e servindo de freio para ele...
Eram muito amigos e com pena dele, o foi conversar com a Bruxa Dorminhoca.

Ela ficou com muita peninha do Zero e mandou chamá-lo.

-Meu filho, não esqueci você. Quando criei os algarismos já estava pensando em dar a você um grande papel.
Eu só estava aguardando as pessoas se acostumarem com o uso dos números para lhe passar as suas atribuições.

- E qual é o destino que a senhora vai me dar? perguntou o Zero enxugando as lágrimas.

- Se você ficar à esquerda de seus companheiros, não terá mesmo nenhum valor, mas ao se colocar à direita deles você formará novas famílias, de muito maior valor.
Toda vez que você se colocar ali, aumentará o valor das famílias. Todos os algarismos precisarão de você e de sua presença. Você vai ser muito procurado e necessário.
Quando você aparecer uma vez à direita dos algarismos, formará a família das Dezenas.
Se aparecer duas vezes iniciará a família das Centenas.
Se aparecer três vezes constituirá a família dos Milhares.
Como o Um é muito seu amigo e tentou lhe ajudar, as primeiras famílias serão sempre iniciadas com você e ele juntos, certo?

O ficou muito feliz e o sentiu-se todo vaidoso com a honraria.
Como precisavam do Zero para formar novas famílias, os outros algarismos passaram a ser muito amigos do Zero e todos viveram brincando juntos em paz. Ninguém nunca mais zombou do Zero.

E TODOS FORAM FELIZES PARA SEMPRE...

 

 

"Maux ensina Matemática"
Autora: Maria Auxiliadora Mota Gadelha Vieira (Maux)
Texto protegido pela Lei de Direitos Autorais

 

Voltar