Oração a Santo Antônio

Santo Antônio! Santo Antônio!
Meu santinho tão querido,
quero pedir em segredo,
que me arranje um marido.

Não é pra já... nada disso!
que eu ainda sou criança,
não posso ter compromisso,
mas posso ter esperança...

Que vá o tempo passando,
vá o senhor me arranjando...

Em todo caso, a meu ver,
já que o tempo é tanto assim,
há tempo para escolher
um bom marido pra mim.

Eu quero um moço fagueiro,
alto, bonito, valente,
que ganhe muito dinheiro 
e me dê muito presente.

Que seja rapaz direito
e não um tolo atrevido,
pois seja assim com o jeito
do papaizinho querido.

Não é pra já, não, senhor!
Mas... seja lá como for,
mais dia ou menos dia...
Não quero é ficar pra tia!

Magdalena Léa Barbosa Correia
 "A criança recita"
Ed. Minerva, Ltda., 4ª ed., 1965, RJ

 

 

Voltar