A SAIA

Sentada na Agência Malerba a moça esperava o regresso de seu pai e de seu noivo. Usava uma saia curta como é da moda.

Os garotos e rapazes começaram a se aglomerar... Fiu... Fiuuuuu... Alguém não gostou daquilo e chamou a polícia, que incontinenti aparece. Detém a moça para que se identifique perante o escrivão e por ordem deste. Conduzem-na à Delegacia. Lá ela pede e lhe concedem licença para telefonar. 

Alguns minutos depois é procurada pelas pessoas de sua família, seu pai e seu noivo. O primeiro, coronel reformado da Força Pública de São Paulo; o segundo, capitão da mesma corporação.
Dizem que não houve desmaios, porque estavam todos sentados.

Moral: Moça estranha não pode usar saia curta, só as da cidade.

Mário Geraldo Piquet
"O PITORESCO DA SEMANA"
Transcrito do jornal "A CIDADE", nº 120 de 15/01/1961
 Fonte: Piquete de meus Amores - Palmyro Masiero

Página formatada em 14 ago 2004
Background de Vânia

Envie esta página para:

Digite o seu e-mail

Coloque seu nome

E-mail de quem a receberá

 

voltar