A Infância Roubada

A infância é a quadra de risos, de alegria, de falta de conhecimento da realidade da vida... Dói ver uma infância roubada a uma criança... porque a gente sabe que jamais poderá ser restituída em todo o seu significado de felicidade...
Ontem, eu vi uma infância roubada: a uma meninazinha de dez anos deram a responsabilidade toda de uma casa: cozinha (e o fogão é tão mais alto do que ela...), lavar (e o poço fica tão distante da casa...) cuidar das irmãzinhas (ela que precisa de quem cuide dela...), arrumar a casa...
Uma tristeza enorme invadiu-me em ver aquela criança, lesada em seu direito de ser criança... e a sua figura ficou nítida demais em minha memória: magrinha, olhar vazio... desconfiada, voz cheia de receios, ombros caídos sob o peso de tanta responsabilidade, acima de sua compreensão, de suas forças...
Os pais deveriam saber que :
- a criança é um ser diferente do adulto, um ser com virtualidades próprias, em fase de desenvolvimento...
- a criança tem uma necessidade enorme de carinho, de sentir-se querida... 
- a criança precisa de ar, de luz, de certas condições de higiene... para crescer feliz!
- é um crime roubar a uma criança o seu maior tesouro - a sua infância!

Odaísa Frota
"Pétalas de Rosas"
Transcrito do jornal "A Cidade" - 1961
Fonte: "Piquete dos meus Amores" - Palmyro Masiero

A Infância Roubada Hoje

Hoje em dia a infância continua sendo roubada. Este roubo que acontecia nos tanques, nos fogões e nos cuidados com os irmãos menores passou a acontecer nas calçadas de prostituição, financiada pela ganância que estimula o turismo sexual, provocada pela fome e miséria de nossa gente. E nossas pequeninas estão sendo alimentadas pelas drogas...

Fortaleza, 14 de agosto de 2004

 

Envie esta página para:

Digite o seu e-mail

Coloque seu nome

E-mail de quem a receberá

 

voltar