SOLIDÃO
(Para a mulher só)

A solidão
é como o grito
de uma gaivota nostálgica no estio,
voando sozinha, arredia,
na aridez do infinito...

A solidão
se avoluma, como a chuva no rio,
pega de galho, invade tudo,
contagia
como erva daninha
em terreno baldio !

Myrthes Mazza Masiero
Página formatada em 13 set 2004

Envie esta página para:

Digite o seu e-mail

Coloque seu nome

E-mail de quem a receberá

 

voltar