A Praça

A Praça Duque de Caxias
já de longe me sorria...
De manhã, os bancos se enfeitavam
pela graça estudantil
das moças do Normal.

À noite, a praça revestia-se de estrelas
que compunham brilhos mágicos
no coreto do jardim...
Os romances brotavam e floresciam
em frente do cinema...

Myrthes Mazza Masiero
Página formatada em 30 jun 2004

 

Envie esta página para:

Digite o seu e-mail

Coloque seu nome

E-mail de quem a receberá

 

voltar