DESTINO - DESATINO

A alavanca conversora dos destinos
desativou-se nos encaixes certos.
Desatou os nós perenes
dos materiais resistentes.
Desatinou na confluência dos caminhos,
e legou-nos a angústia
das rotas perdidas...


Dóli de Castro Ferreira
Página formatada em 19 jul 2004

 

 

Envie esta página para:

Digite o seu e-mail

Coloque seu nome

E-mail de quem a receberá

 

voltar