A Coitada da Menina Karina

A menina não saiu
mas, de repente, ela caiu.
Coitadinha da menina!
O nome dela era Karina.
Ela pediu socorro:
- Por favor, senão eu morro.

Ela se lembrou quando nasceu.
Coitadinha! Ela chorou de emoção.
Felizmente ela sobreviveu.
Mas, no hospital, numa solidão,
só estava ela e o seu coração.

- Para que tanta gritaria?
Você está numa enfermaria...
- É que eu estou com fome
e não tem nada para comer.
Como é que assim eu vou viver?

Ela falou para a enfermeira:
- Isso é uma brincadeira...
Mas enfim ela saiu
e nunca mais caiu...

Mônica Nunes Pazzini da Costa

 

Envie esta página para:

Digite o seu e-mail

Coloque seu nome

E-mail de quem a receberá

 

voltar