SIGNO DE LEÃO
(para a mulher que vive a ferro e fogo
e em especial para Maria de Fátima)

Sou mulher-fera domada,
leoa domesticada,
faz diferença, não.
De forno fogão, cama e mesa,
de uso, fruto e doação.
Que lava, cozinha e passa,
que empalha o sonho e assa o pão.
Que chora, que ri, que reza,
que vive só na pirraça,
que toca a vida na raça,
bichinho de desestimação...
Que pasta às pressas na praça,
ruminando solidão.

Bem previsível e monótona
feito leoa em gestação...
Mas ai, se alguém me provoca,
se me instiga, se me entoca,
esperneio em cima da vida,
de fera domesticada,
de leoa prenhe, amansada,
num ato,
viro leão!

Myrthes Mazza Masiero
Página formatada em 19 jun 2004

 

 

 

 

 

Envie esta página para:

Digite o seu e-mail

Coloque seu nome

E-mail de quem a receberá

 

voltar