FORTALEZA

Esta é da luz, a terra tão brilhante,
com o céu azul mais puro e mais sem jaça.
Seu verde mar inspira a todo instante
a quem quiser cantar a sua graça.

Fortaleza é só luz, é cor, é vida.
Dá-lhe à face, o arrebol, o seu carmim.
Altaneira esta duna que, atrevida,
ostenta uma mansão, verde jardim.

Fortaleza por tudo é contrastante.
Nem sei de que lhe vale esta beleza:
grandes prédios, mansões... É aviltante!

Da injustiça social ela é a matriz.
Vive o povo com a fome. É só pobreza!
Poucos ricos empinam seu nariz!...

Autora: Mª Auxiliadora Mota G. Vieira (Maux)
"Poemas de uma Vida"
Página formatada em 20 mar 2005

 

 

 

 

Voltar

Envie esta página para:

Digite o seu e-mail

Coloque seu nome

E-mail de quem a receberá