Não Chore

Não chore, minha filha, o sonho que se finda.
Não lamente a emoção vivida intensamente.
Não retire tristeza da ilusão tão linda,
que acompanhou teus dias, terna e docemente.

Não sofra pelo amor que tu pudeste dar,
pois poder por inteiro abrir um coração,
sonhar, sofrer, sorrir, poder também chorar,
tornou-te moça, enfim. Transformou-te a paixão.

Não pense que esta tua emoção foi perdida.
Não se esperdiça nada nunca, ao aprender;
ao crescer e lutar, sonhar e amar na vida.

Um novo amor virá; talvez, bem mais querido,
que te faça sorrir, não te leve a sofrer.
Talvez... até retorne o outro, arrependido...


Autora: Mª Auxiliadora Mota G. Vieira (Maux)
"Poemas de uma Vida"
Página formatada em 19 jun 2003

 

 

 

Voltar

 

Envie esta página para:

Digite o seu e-mail

Coloque seu nome

E-mail de quem a receberá