PRIMEIRA PAIXÃO


Tão lindo o balbucio desse afeto.
Emocionante esse nascer de amor:
a espera expectante, a incerteza,
uma emoção que surge, o palpitar intenso
de um coração que geme à busca de seu par...

É tão puro e sincero o doce despertar
dos desejos primários, da atração primeira.
Esse corpo que freme, ao ligeiro contato
dessa suave mão, tão terna, acariciante,
que tímida e a medo, esboça o seu carinho.

Na troca do calor e da emoção contida,
reage um coração e um corpo se estremece,
à espera de algo, que nem sabe o quê...
É tão belo o momento, intenso ao ser vivido,
que até faz doer, na ansiedade da espera.

Um dia, não tão longe, essa busca termina.
Com os corpos trepidantes, num intenso abraço,
os lábios se unirão num beijo interminável,
fundindo esta paixão por tempos adiada ...

Autora: Mª Auxiliadora Mota G. Vieira (Maux)
"Poemas de uma Vida"
Página formatada em 19 jun 2003

 

 

Voltar

Envie esta página para:

Digite o seu e-mail

Coloque seu nome

E-mail de quem a receberá