Um Aninho do Ricardo Meton

A vida nos reserva muitas dores,
intercaladas com a felicidade.
Mil alegrias, sonhos e amores,
e nos brinda, depois, com a saudade.

Nesse tão longo caminhar choramos
pela perda de tantas ilusões.
Nesse tão belo caminhar sorrimos,
carregando ternuras e emoções.

Então nos chega assim, tão de repente,
num pequenino ser, todo um poema.
Recebemos da vida esse presente:
o futuro e a esperança - um novo tema.

Desabrochando em risos e meiguice
essa linda criança nos encanta.
Com seu olhar intenso e a faceirice,
nossa sede de paz ele contenta.

Um aninho faz hoje o Ricardinho,
o anjo que chegou ao nosso ninho.
Um aninho completa esse netinho.
Enfim, não foi em vão nosso caminho...

Autora: Mª Auxiliadora Mota G. Vieira (Maux)
"Poemas de uma Vida"
Página formatada em 18 set 2013

 

 

 

 

 

Voltar