RICARDO METON
(na visão da vovó)

Cearense de tradição,
serei carioca da gema!
Pra entender a situação
só mesmo lendo o poema...

Terei muitos sobrenomes,
nem sei quais vão escolher!
Tenho sangue português,
possuo até um brasão...
Resquícios de italiano
e de holandês do além mar!

Sei que vem do Ceará
a minha história recente,
mas São Paulo e as Gerais,
Pernambuco e muito mais,
vão plasmar a minha mente -
e eu nem sei como será!!!

Poeta, escritor e até
historiador de renome,
filósofo e cantador,
posso ser! É só ter fé...
Vou ser doutor, pesquisar?
Mil instrumentos tocar?

Terei nariz de bolota
e os olhos da cor do mar?
Vou parecer com a mamãe
ou ao papai vou puxar?
Vou ser "Vovô" e torcer
pelo nosso Ceará?

Flamenguista com certeza!
Rubronegro vou crescer.
Atleta de natação
um dia também vou ser?
Com quem eu vou me encantar?
De quem irei mais gostar?

Tia, tio, vovô, vovó,
perguntam especulando
e o meu destino tramando...
Inteligente! Educado!
Meigo ou zangado? Olhem só!
Eu só quero é ser amado!...


Autora: Mª Auxiliadora Mota G. Vieira (Maux)
"Poemas de uma Vida"
Página formatada em 03 jul 2012

 

 

 

 

 

 

 

Voltar