UM INSTANTE, SOMENTE

Naquele instante em que eu estremeci
e sob o seu olhar enrubesci,
eu descobri um mundo de ventura,
um mundo sem tristeza ou amargura.

Era o amor que surgia para mim.
Para você também? Creio que sim...
Prá que falar se um olhar diz tudo?
Revela, conta, mesmo estando mudo!

Naquele instante eu percebi que a vida
tinha toda a ternura ali contida,
no seu olhar, que doce me fitava...

Aquilo que eu buscara sempre em vão
não era mais miragem ou ilusão.
Era VOCÊ o amor que eu procurava.

Autora: Mª Auxiliadora Mota G. Vieira (Maux)
"Poemas Adolescentes"
Página formatada em 21 fev 2004   

 

 

 

 

 

 

 

Voltar

 

 

 

Envie esta página para:

Digite o seu e-mail

Coloque seu nome

E-mail de quem a receberá