MITOLOGIA GREGA

 

DIONISO

Deus do vinho e da vegetação, Dioniso mostrou aos mortais como cultivar as videiras e fazer o vinho. Sua mãe, Sêmele, filha de Cadmo, o fundador de Tebas, foi amada por Zeus. Como prova de amor o deus jurara, pelas águas sagradas do Estige, realizar qualquer um de seus desejos. A vingativa Hera ao tomar conhecimento da traição e do juramento, adotou a aparência da antiga ama-de-leite de Sêmele.

abendo que nenhum mortal sobreviveria à visão divina, aconselhou a princesa tebana a solicitar a Zeus que a ela se apresentasse em toda a sua glória. Sendo obrigado a cumprir o que prometera, o deus assim o fez; o castelo incendiou-se e Sêmele morreu entre as chamas.

A jovem contudo, estava grávida de Zeus. Com o auxílio de Hefestos, Zeus arrancou a criança de seu ventre, costurando-o em sua coxa, para que ali completasse a gestação. Chegado o momento, o pequeno deus rasgou a carne paterna e saiu para a vida.

Toda a sua infância, ele viveu fora do Olimpo, longe da perseguição de Hera. Hermes, o mensageiro dos deuses levou-o para Nisa, cidade fabulosa da Arábia, ou talvez da Índia, onde havia o vale mais belo do mundo, inalcançável para os mortais e entregou-o aos cuidados das Ninfas.

Certo dia, passeando pelo vale, Dioniso deparou-se com uma fruta desconhecida: a uva. E descobriu que poderia com ela fazer o vinho. Sendo filho de pai divino e mãe mortal, Dioniso não era aceito como deus. Tão logo percebeu os efeitos da bebida que criara, decidiu utilizá-la para impor sua divindade aos homens e aos seres olímpicos.

Terminando o período de sua educação, Dioniso empreendeu suas viagens pelo mundo. Iniciou seu caminho de glória apoiado na poderosa arma que havia descoberto: o vinho. Através de sua invenção, Dioniso conquistou o direito de penetrar no Olimpo e privar das honrarias divinas.

Sob os efeitos de sua bebida, os homens curvaram-se em adoração ante seus pés e reconheceram-no para sempre como divindade. Apesar de seu caráter festivo, atribuem-se a este deus somente dois amores: Vênus, a mais bela das imortais e Ariadne, filha de Minos, rei de Creta.

Com Vênus gerou Príapo que sempre o acompanhou em suas viagens.
De Ariadne nasceram-lhe filhos que não tiveram maior expressão na mitologia greco-romana.

 

 

 

Voltar

Envie esta página para:

Digite o seu e-mail

Coloque seu nome

E-mail de quem a receberá