MITOLOGIA GREGA

 

A GRANDE DEUSA

Do Vazio Eterno, Gaia surgiu dançando e girando sobre si como uma esfera em rotação. Ela moldou as montanhas ao longo de sua espinha e os vales nos buracos de sua pele. Um ritmo de morros e planícies seguia seus contornos. De sua quente umidade ela fez nascer um fluxo de chuva que alimentou a sua superfície e trouxe vida. Criaturas sinuosas desovaram nas correntezas das piscinas naturais, enquanto pequenos filhotes verdes se lançaram através de seus poros.

Ela encheu os oceanos e lagoas e fez os rios correrem através de profundos sulcos. Gaia observava suas plantas e animais crescerem. Os mortais prosperaram ao longo do tempo, mas estavam continuamente preocupados com seu futuro. No início, Gaia considerou o fato apenas uma excentricidade dos homens, mas vendo a persistência destas indagações, inaugurou entre eles um oráculo.

Em Delfos, Gaia fez brotar vapores de seu mundo interior. Eles subiram por uma fenda nas rochas, envolvendo uma sacerdotisa. Gaia instruiu-a a entrar em transe e interpretar as mensagens que surgiam da escuridão de sua terra-útero. Os mortais viajavam longas distâncias para consultar o oráculo, com as mais espantosas preocupações.

Gaia, comovida com esta torrente de ansiedades, criou outros oráculos em Atenas e no Egeu. Em retribuição, foi reverenciada por todos os mortais. Oferendas a Gaia, de bolos de mel e cevada, eram deixados em pequenos buracos no chão à frente dos locais onde eram realizadas as colheitas.

Muitos dos seus templos eram construídos próximos a pequenas fendas, onde anualmente os mortais ofereciam-lhe bolos e doces através de seu útero. Gaia aceitava, silenciosamente, os seus presentes. Inicialmente, era ela a divindade suprema, adorada pelos povos agricultores, anteriores aos bárbaros invasores que deram origem ao povo grego. Deusa-mãe de mil nomes, representação do princípio universal doador e nutridor da vida, dela geraram-se espontaneamente Pontos (o mar) e Urano (o céu).

Eles também a desposaram dando origem a uma série de deuses. De Pontos ela deu à luz os deuses marítimos e de Urano, aos titãs, ciclopes (monstros de um olho só) e hecatônquiros (gigantes de cem braços e cinqüenta cabeças). Estes filhos de Gaia eram devastadores: desencadearam terremotos, tempestades e furacões e fizeram os vulcões entrarem em erupção.

Urano, pai e irmão destas forças, temendo ser destronado por um de seus filhos, atirou os titãs, os ciclopes e os hecatônquiros no Tártaro, uma das regiões do Érebro subterrâneo. Irritada com seu esposo, Gaia libertou seus filhos, incitando-os contra o pai.

Cronos, o Tempo, zangado pelo fato do pai fecundar constantemente a mãe e, por estes filhos provocarem toda a série de devastações com sua violência, resolveu atacar Urano. Armado com uma pequena foice cortou os testículos de Urano, tomando o seu trono. Ao cair sobre a terra, o sangue de Urano uma vez mais fecundou Gaia, originando as Erínias, os Gigantes e as Melíades, ninfas das árvores.

Ao caírem no mar, os testículos de Urano formaram, com o sêmen expelido antes da castração, uma branca espuma da qual nasceu Afrodite, deusa do amor e da beleza. Cronos reinou então sobre os demais deuses, casando-se com sua irmã Réia e gerando diversos filhos.

Para escapar de um final semelhante ao de seu pai, Cronos engolia os filhos assim que nasciam. Foram devorados pelo pai: Posseidon, Hades, Hestia, Demeter e Hera. Enganado por sua esposa Réia, Cronos engoliu uma pedra no lugar do bebê Zeus que foi então criado pelas ninfas.

Ao atingir a maturidade, Zeus investiu contra o pai, forçando-o a vomitar os seus irmãos. Eles uniram-se a Zeus e com a ajuda dos cíclopes combateram os titãs e os gigantes, apoiados por Gaia. Os cíclopes deram a Zeus o raio e o trovão, a Hades um capacete mágico e a Posseidon um tridente.

Os irmãos venceram: Zeus dividiu o mundo entre eles, ficando com o céu; Oceano foi substituído por Posseidon no domínio dos mares, Hyperion cedeu lugar a Apolo; Hades recebeu o mundo dos mortos.
Zeus tornou-se, assim, o rei dos homens e dos deuses.

 

 

 

Voltar

Envie esta página para:

Digite o seu e-mail

Coloque seu nome

E-mail de quem a receberá