MITOLOGIA GREGA

 

AS FILHAS DE NEREU

Sentado sobre as ondas do mar, Oceano, pensativo, contempla o infinito azul das águas. Agora não é mais rei: Posseidon (Netuno), o poderoso olímpico, é quem comanda o elemento líquido do mundo.

Mas Oceano não se entristece: ainda recebe a veneração dos mortais, principalmente quando planejam alguma grande expedição marítima e precisam de especial proteção. Além disso, o deus fecundo tem tantos filhos, a espargirem tão profundamente sua marca pela natureza, que ele sequer lastima o poder perdido.

Um destes filhos é Nereu, velho do mar. Nascido da união de Oceano com Gaia (Terra), logo se incumbiu de acrescentar numerosas criaturas ao mundo que antes constituía domínio de seu pai. Nereu esposou Dóris, uma oceânida, e com ela gerou cinqüenta filhas: as cinqüenta Nereidas, ninfas aquáticas.

Alegres e ágeis, elas gostam de passear sobre as águas, montadas no dorso de velozes delfins. São formosas, com sua pele rosada e seus cabelos entrelaçados de pérolas. São leves, quando, com passos precisos e harmoniosos, dançam  para encantar a multidão marinha. Toda uma platéia de peixes, golfinhos e hipocampos sobe à tona, para melhor apreciar o gracioso espetáculo.

Do fundo do mar, Nereu e Dóris também aplaudem a passagem das Nereidas. E Oceano, ao vê-las, sorri, orgulhoso de suas cinqüenta netas: nesse momento, não lhe parece tão triste haver perdido para o grande Netuno o império das águas.

 

 

 

Voltar

Envie esta página para:

Digite o seu e-mail

Coloque seu nome

E-mail de quem a receberá