PIQUETE - CIDADE PAISAGEM
SUA GENTE

Arlete Monteiro Ribeiro
Lety


Arlete, seu sorriso e suas cores...

Arlete Monteiro Ribeiro nasceu em Piquete, em 09/10/1947, tendo como pais Luzia Monteiro da Silva - natural de Paredes do Sapucaí, hoje Cordislândia, MG - e João da Silva Ribeiro - natural de Elói Mendes, MG. Desde menina, a sua inteligência a destacou das demais crianças, despertando o carinho, a atenção e o cuidado de suas mestras.


Aluna do 4º ano primário do G. E. Antonio João, turma da profª Myrthes Mazza.

Cursou o primário no Grupo Escolar "Antônio João"; depois estudou no Ginásio da Fábrica Presidente Vargas e na Escola Normal "Duque de Caxias". Primeira aluna desde o início de seus estudos, arrebatou todos os prêmios que eram concedidos por essas escolas.


Aluna do Ginásio da FPV, na década de 60,  condecorada pela Profª Abygail Léa.

Ao término da Escola Normal, recebeu o prêmio máximo dos estudantes de Piquete: o Troféu Ruy Barbosa, destinado aos professorandos que obtivessem a primeira colocação nos três anos do curso. Na ocasião, a professora de Psicologia da Educação da Escola Normal Duque de Caxias era Eunice Nascimento, doutora em Psicologia, com especialização na Espanha, esposa de um militar lotado na Fábrica Presidente Vargas. Quando da transferência de seu esposo, Capitão Nascimento, para o Rio de Janeiro, a mestra deixou três medalhas, destinadas às turmas que se formariam nos anos seguintes (1965, 1966 e 1967). Essas medalhas seriam entregues aos alunos que conseguissem a maior média na disciplina, nos três anos do curso. Arlete foi a primeira agraciada com a Medalha de Psicologia, em 1965.


Recebendo a Medalha de Psicologia do Capitão Nascimento - 1965

Continuando sua trajetória, formou-se em Letras pela Faculdade Salesiana de Filosofia, Ciências e Letras de Lorena, SP e em Pedagogia pela União das Faculdades Francanas de Franca, SP.


No G. E. "Antonio João", junto à profª Mª de Lourdes Brito Villar (Dona Milita) e os seus alunos.

No início de sua carreira, atuou como professora do antigo primário; após a conclusão do curso de Letras passou a lecionar Português e Inglês. Exerceu a profissão em Piquete, Serra da Bocaina em Bananal, Lorena, São Paulo e São Bernardo do Campo, onde se aposentou como professora de Português, aprovada em três concursos estaduais: professor primário, Português e Inglês.


Sua primeira turma

Em 1992, ao se aposentar, filha exemplar e dedicada, voltou para Piquete para cuidar de seus pais velhinhos. Após o falecimento dos pais continuou a morar em Piquete, exercendo um trabalho voluntário de alfabetização das crianças carentes. Arlete seguiu como professora; eu sai de Piquete para cursar Medicina no Rio de Janeiro. Através do G. E. "Antonio João", mamãe aproximou-se das amigas Arlete e Rita Junqueira. Após o falecimento de meu irmãozinho caçula, as duas, com sua alegria, ajudaram-na a suplantar sua dor. Os laços de amizade se estreitaram, apesar da diferença de idade entre elas. Apelidaram papai de CORINDO, por conta de seus olhos azuis. Segundo a própria Arlete me esclareceu:

CORINDO s. m. || (miner.) pedra preciosa, formada de sesquióxido de alumínio e ordinariamente transparente ou translúcida, branca ou de cores. F. sânscr. Kuruvinda.

Enviavam cartas para ele , endereçadas para CORINDO MOTA. Juntamente com elas, mamãe (a quem chamavam de Mary) divertia-se com essas brincadeiras. Papai entrava no clima e as queria muito bem. Apesar da mente comprometida por uma doença neurológica irreversível, mamãe ainda hoje as reconhece, conversa e brinca com elas, tal o carinho pelas duas.


Mariinha e Geraldo Mota, em festa de aniversário, na residência de Rita Junqueira.

Em 1970, Rita e Arlete foram passar uns dias comigo e Silvia, minha irmã, no Rio de Janeiro. Passeios pontuais como a ida a Paquetá, aconteceram. Certo dia, após um longo passeio, já cansadas, cedemos aos pedidos de Arlete que desejava assistir a um filme de Fellini, então fazendo muito sucesso, chamado SATIRICON. Era já noite, última sessão de cinema na Praça Sans Peña; o filme foi muito longo e cansativo. Por conta disso, fiquei saturada não somente do Satiricon, mas de Fellini também. Eu me arrepiava quando ouvia falar desse italiano genial. Anos mais tarde, já amadurecida e distante do cansaço daquele dia, aprendi a apreciar o filme e o cineasta...


Piquetenses a caminho de Paquetá: Rita Junqueira, Silvia Mota, Dora Mota e Lety.

Metodista militante, fã de cinema, teatro e música clássica, com uma inteligência incontidamente brilhante, Arlete cultiva a arte da fotografia. Dedica-se a registrar a beleza de Piquete e seus arredores: suas flores, seus pássaros, suas cores. Embora também fotografe artesanato, eventos e pessoas, sua arte se revela ao registrar a natureza. Com o pseudônimo Lety, divulga através da Internet, as nossas belezas naturais. Sem o seu apoio, sem as suas pesquisas e fotos, a seção sobre Piquete não existiria nessa homepage. Amiga dedicada e prestimosa! Nossa história vem de muito tempo, pois apenas um ano nos separava em nossos estudos. Eu procurava seguir seus passos e repetir no ano seguinte os seus feitos brilhantes. Hoje, eu me apoio nela para poder conduzir esse retrospecto da História de Piquete e divulgá-la na Internet. Muitas vezes algumas pessoas de Piquete nos confrontam, exigem retiradas de fotos e de textos, zangam-se com algum comentário que possa ser interpretado como crítica, esquecendo-se que do debate é que surgem as novas idéias e o progresso se faz. No entanto, as opiniões são minhas e as críticas também. Lety nada tem a ver com elas. Ela apenas me fornece beleza: fotos, dados históricos e biográficos - eu escrevo o que desejo e me responsabilizo por isso. Afinal, o site é meu! Busco divulgar os nossos atrativos naturais e o potencial turístico de Piquete. Mesmo às vezes me indagando se não estou fazendo uma "propaganda enganosa", continuarei com esse trabalho, sabendo que sempre posso contar com o apoio dessa grande amiga.


Anos mais tarde, no aniversário de 80 anos do G.E. "Antonio João", Arlete e a professora Fernanda Faury.

 

Envie esta página para:

Digite o seu e-mail

Coloque seu nome

E-mail de quem a receberá

 

Voltar