MÁRIO CAMARA VIEIRA

(05/10/1915 - 11/05/1994)



"A meu pai Mário Câmara Vieira, homem bom e em tudo comedido, a não ser na sua coleção de amigos, agradeço pelo exemplo que me deixou e que tento seguir. E por ter me ensinado que ao olhar as estrelas se rouba um pouco do céu para nossas vidas."
Vanius Meton

 

Adeus, Poeta

"Mais do que filha", Poeta, a mim dissestes,
balbuciante, do teu leito de dor.
Mais do que um pai prá mim tu sempre fostes.
Muitos versos trocamos com amor.

Acompanhamos todos, irmanados,
o teu olhar tão terno a se apagar.
Naquelas horas tristes, abraçados,
foi o teu sorriso a luz a nos guiar...

Transmutastes em fé teu sofrimento,
a tudo suportando calmo e bem sereno,
legando-nos a paz por sentimento.

Ainda vives, Poeta, agora eu o sei
- e isso me é um pensamento ameno -
com certeza, nos netos que eu te dei...

Autora: Maux


Aluno do Colégio Militar na adolescência e da Escola Naval na juventude; industrial, banqueiro e agropecuarista na maturidade - Mário Câmara Vieira foi, na realidade, em sua simplicidade aristocrática, por toda a sua vida, um poeta sonhador, terno e sensível.
Nesta página deixo o registro da minha saudade...

face=Verdana






POEMAS

Consolação

Longa Jornada

Meu Tesouro

Minha Mãe  

 

 

Voltar

 

 

| Home | Contato | Cantinho Infantil | Cantinho Musical | Imagens da Maux |
l
Recanto da Maux | Desenterrando Versos | História e Genealogia l
l
Um Herói nunca morre l Piquete - Cidade Paisagem l
MAUX HOME PAGE- designed by Maux
2003 Maux Home Page. Todos os direitos reservados. All rights reserved.