A Família Pontes Vieira
Vanius Meton Gadelha Vieira

A família Pontes Vieira origina-se do casal Manuel Jorge Vieira (-/01/1843 a 22/12/1915) e Cândida de Pontes Vieira (11/03/1843 a 26/04/1950), cujo casamento realizou-se em 06 de abril de 1870.


O patriarca Manuel Jorge Vieira, conhecido como o Professor Vieira

Manuel Jorge Vieira, o Professor Vieira, como é lembrado com “admiração e respeito” pelo historiador Raimundo Girão em seu livro de reminiscências, exerceu, além do magistério, o secretariado do Bispado de Fortaleza durante toda a gestão de D. Joaquim José Vieira. Era filho de José Vieira da Costa e de Ana Vieira da Costa, da família Costa Gadelha. Sua família paterna tem como destacado representante no início do Século XIX, Zacarias Vieira da Costa que além de notário público foi professor nomeado de música e latim no tempo do Ceará-Província. Foi pai e avô respectivamente dos musicólogos Galdino José Gondim e Zacarias Tomás da Costa Gondim, biografados pelo Barão de Studart.


Cândida de Pontes Vieira, a matriarca.

Cândida de Pontes Vieira era filha de Ana Joaquina de Oliveira Pontes, da família Cunha Linhares e do Capitão Henrique Luiz de Pontes Barreto, da família Gracismã. Foi a família Gracismã uma das primeiras a colonizar a terra cearense. Desde 1683, Teodósio de Gracismã já a povoara na Ribeira do Jaguaribe. Segundo Câmara Cascudo, o nome Gracismã é uma aliteração do sobrenome holandês Gartsman, procedente do Ten. Cel. Joris Gartsman, que conquistou o Ceará em 1641. Esse oficial holandês foi casado com mulher portuguesa, deixando descendência neerlandesa em famílias nordestinas.

O quadro da família Pontes Vieira foi montado em 11/03/1928. D. Cândida, já viúva há quase 13 anos, comemorava naquela data seu 74° aniversário. Retrata a descendência do casal, muitos nomes com destacada atuação em nossa sociedade e alguns nomeando ruas e logradouros da cidade. Entre estes últimos, o próprio patriarca Manuel Jorge Vieira (Rua Professor Vieira), seus filhos João Jorge (Avenida Pontes Vieira) e Luiz Jorge de Pontes Vieira (Rua Luiz Vieira), assim como seu neto Lauro Chaves (Avenida Lauro Vieira Chaves). O quadro apresenta, na parte mais alta, o casal Pontes Vieira contornado por seus 14 filhos. Os 53 netos até então nascidos se distribuem em retângulos menores na parte média e os 17 bisnetos ocupam o primeiro e último retrato da penúltima linha e ao longo de toda a última linha. Com exceção de Joaquim, Ana, Áurea e Emília todos os outros filhos tiveram numerosa prole. Somente os netos Francisca, Raimundo e Gilberto, filhos de Maria e a neta Heloina, filha de Isabel, estavam casados na época. Seus filhos constituem os bisnetos presentes no quadro.

Para facilitar a identificação dos descendentes e explicar a relação do parentesco, escreveu-se o nome de cada um tal como é conhecido atualmente, seguido de sua filiação (f.) e de seu respectivo cônjuge (c.).

Filhos - Da extrema esquerda para a direita: 1) Luiz Jorge de Pontes Vieira (Luiz Vieira) c.c. Judith Correia Câmara Vieira; 2)Manuel Jorge de Pontes Vieira (Senhor) c.c. Felícia Wanderley Vieira; 3) Joaquim Jorge de Pontes Vieira (Quincas) c.c. sua prima e irmã de Antonio Sales, Júlia de Pontes Sales Vieira, sem filhos; 4) José Jorge de Pontes Vieira (Zeca) c.c. Marieta Sales Vieira; 5) Henrique Jorge de Pontes Vieira c.c. Dionísia Maciel Vieira; 6) João Jorge de Pontes Vieira (Desembargador Pontes Vieira) c.c. Guiomar Costa Lima Vieira.

Na segunda fileira: 1) Isabel Vieira Lima (Bela) c.c. Napoleão Leocádio Lima; 2) Maria Vieira Gurgel (Marica) c.c. Ernesto Gurgel; 3) Professor Vieira; 4) D. Cândida de Pontes Vieira; 5) Ana de Pontes Vieira (Nana), solteira; 6) Cândida Vieira Cavalcante (Neném) c.c. Euclides Sérgio Cavalcante.

Abaixo do casal Pontes Vieira, as filhas: 1) Áurea de Pontes Vieira, solteira; 2) Alice Vieira Chaves c.c. Henrique Freire Chaves; 3) Emília de Pontes Vieira (Bia), solteira; 4) Juvenília Vieira Mavignier de Oliveira (Jove) c.c. Antonio Mavignier Rosário de Oliveira.

Netos e bisnetos: Seguiu-se a direção da esquerda para a direita e de cima para baixo.

Primeira linha: 1) Jorge S. Vieira (f. José); 2) Pedro V. Gurgel (f. Maria); 3) Raimundo V. Gurgel, Nel (f. Maria) c.c. Maria Arruda Câmara Gurgel; 4) Gilberto V. Gurgel, Nil (f. Maria) c.c. Antonieta da Justa Gurgel; 5) José S. Vieira (f. José); 6) Artur W. Vieira (f. Manuel).

Segunda linha: 1) Oscar W. Vieira (f. Manuel); 2) Francisca V. Gurgel do Amaral, Francina (f. Maria) c.c. Gervásio Gurgel do Amaral; 3) Heloina Lima Lopes (f. Isabel) c.c. Walter Lopes; 4) Maria Alice V. Chaves (f. Alice; 5) Maria Augusta Chaves de Oliveira (f. Alice); 6) Maria Lucy V. Ferreira (f. Manuel); 7) Aurélia Chaves Caminha Muniz, Leinha (f. Alice); 8) Zola V. de Castro (f. José); 9) Maria Stela Cavalcante Holanda (f. Cândida; 10) Maria Alice V. Bentoela (f. José); 11) Maria Gurgel Watson, Aey (f. Maria); 12) Lauro Vieira Chaves (f. Alice).

Terceira linha: 1) Hugo V. Cavalcante (f. Cândida); 2) Edna V. Clare (f. José); 3) Albertina V. Matos (f. Henrique); 4) Haydée S. Vieira (f. José); 5) Abigail V. Bastos (f. Luiz); 6) Odele V. Galvão (f. Luiz); 7) Isolina M. Vieira (f. Henrique); 8) Iolanda V. Cavalcante (f. José); 9) Noélia V. Chaves (f. Alice); 10) Maria Amélia V. Oliveira (f. Henrique); 11) Neide Chaves Anteros (f. Alice); 12) José W. Vieira (f. Manuel).

Quarta linha: 1) Hermes V. Chaves (f. Alice); 2) Heitor V. Gurgel (f. Maria); 3) Maria Nilce V. Mavignier (f. Juvenília); 4) Maria Luiza Mavignier Guedes (f. Juvenília); 4) Maria Zuila Mavignier Guedes (f. Juvenília); 5) Helena V. Mesquita (f. Henrique); 6) Nilce V. Chaves (f. Alice); 7) Ailza V. Teixeira Mendes (f. Luiz); 8) Aila Câmara Vieira (f. Luiz); 9) Guiomar M. Vieira (f. Henrique); 10) Regina Stella V. Studart Gomes (f. João); 11) Heitor V. Cavalcante (f. Cândida); 12) Holdermes M. Vieira (f. Henrique).

Quinta linha: 1) Aloísio Gurgel do Amaral (f. Francisca); 2) Mário Câmara Vieira (f. Luiz); 3) Humberto M. Vieira (f. Henrique); 4) Dante Costa Lima Vieira (f. João); 5) Walton V. Mavignier (f. Juvenília); 6) Deleusis V. Mavignier (f. Juvenília); 7) Holdemar M. Vieira (f. Henrique); 8) João Jorge de Costa Lima Vieira (f. João); 9) Dalton Costa Lima Vieira; 10) Jaime Câmara Vieira (f. Luiz); 11) Wilson Vieira Chaves (f. Alice); 12) Napoleão Lima Lopes (f. Heloina).

Sexta linha: 1) José Aloisio G. Amaral, Zezito (f. Francisca); 2) Alberto Lima Lopes (f. Heloina); 3) José da Justa Gurgel, Zelito (f. Gilberto); 6) Maria Helena G. do Amaral Araújo (f. Francisca); 7) Francy G. Amaral Carneiro (f. Francisca); 8) Audísio G. Amaral (f. Francisca); 9) Aila G. Amaral Holanda (f. Francisca); 10) Mirtes Lopes Conceição G. Lyra, Marinete (f. Gilberto); 13) João Alfredo Câmara Gurgel (f. Raimundo); 14) Ernesto G. do Amaral (f. Francisca); 15) Alfredo da Justa Gurgel (f. Gilberto).

Texto publicado no Jornal "O Povo", Fortaleza-Ceará
Seção "Memória" - Nirez - 24 de novembro de 1985
Vanius Meton Gadelha Vieira


Cândida de Pontes Vieira, a "Mãe Candinha".
 

Voltar

 

 

 

| Home | Contato | Cantinho Infantil | Cantinho Musical | Imagens da Maux |
l
Recanto da Maux | Desenterrando Versos | História e Genealogia l
l
Um Herói nunca morre l Piquete - Cidade Paisagem l
MAUX HOME PAGE- designed by Maux
2003 Maux Home Page. Todos os direitos reservados. All rights reserved.