PIQUETE - CIDADE PAISAGEM
CULINÁRIA

 

 

 

VERSEJANDO...


"Saco vazio não se põe de pé",
destaca sempre o dito popular.
Se "a poesia o pão da alma é"
receita em versos vamos ensinar...

Maux

Canjiquinha à Mineira

Ingredientes
1/2 quilo de canjiquinha
1 quilo de costelas de porco frescas
1 dente de alho
1 cebola média
50 gramas de toucinho defumado
1 limão
1 colher de sopa de salsa picada
1 colher de sopa de cebolinha verde picada
1 folha pequena de louro
2 tomates grandes, maduros, sem peles nem sementes
2 colheres de sopa de óleo
sal e pimenta-do-reino

Tempere as costelinhas com limão,
sal e pimenta a gosto, ponha ao lado
e deixe repousar por algum tempo.
Pique o toucinho e frite em óleo quente.

Nos torresmos chegando quase ao ponto
acrescente a cebola e o dente d'alho.
Mexa até conseguir um tom dourado,
ajunte as costelinhas e refogue.

Acrescente os tomates, louro, salsa,
cebolinha picada e canjiquinha.
Cubra com água, deixe cozinhar

em fogo médio até ficar no ponto.
Em panela de barro leve ao forno.
Dez minutos depois, muito prazer.

Feijão Tropeiro

Ingredientes
1 quilo de feijão mulatinho
300 gramas de toucinho, defumado ou não
300 gramas de lingüiça

3 ovos
3 cebolas
pimenta-do-reino
sal e alho
farinha de mandioca

Nas estradas de Minas se criaram,
ao sabor do improviso, muitos pratos
que honram a cozinha brasileira.
Este feijão famoso é bom exemplo.

Cozinhe os grãos somente n'água e sal,
cuidando que eles fiquem meio duros.
Leve o toucinho ao ponto de torresmo,
depois frite a lingüiça na gordura.

Numa panela à parte, frite os ovos,
ponha cebola, sal, pimenta e alho,
misture os ingredientes com farinha.

Se o seu colesterol está em alta,
convém fugir correndo do tropeiro,
embora valha a morte em gozo extremo.

Dobradinha com Feijão Branco

Ingredientes
1/2 quilo de tripas
1/2 quilo de bucho
1 colher de sopa de banha de porco
2 dentes de alho
1 cebola grande
1 folha de louro
2 limões
1 colher de sopa de vinagre
6 tomates grandes e maduros
sem peles nem sementes
1 paio grande
1 cálice de cachaça
1/2 quilo de feijão branco
cozido em água e sal, 
sem caldo,
com os grãos macios e inteiros
sal e pimenta-do-reino

As tripas com o bucho vão de molho
por uma hora em água com limão.
Depois corte em quadrados e tempere
com sal, limão, pimenta e cheiros verdes.

Em banha quente doure alho e cebola,
refogue a dobradinha até ao ponto
de quase frita. Flambe com cachaça.
Ponha louro e tomates amassados.

Acrescente vinagre, água fervendo
e deixe cozinhar em fogo brando.
Junte mais água, caso necessário.

Ponha o paio em rodelas, escaldado,
o feijão branco e mexa lentamente.
É bom comer também com pouca pressa.

Agnus Dei

Ingredientes
700 gramas de carne de cordeiro, cortada em tiras
50 gramas de banha de porco
100 gramas de presunto
1 cebola
farinha de trigo
1 cálice de vinho branco seco
1 xícara de caldo de carne
1 gema de ovo
sumo de 1 limão
sal e pimenta-do-reino.
 

Temperado o cordeiro com pimenta
e sal a gosto, passe-o na farinha.
Corte o presunto em cubos, a cebola
em rodelas e frite até dourar.

Depois ponha o cordeiro na fritura,
regando com bom vinho branco seco
e deixe evaporar. Neste momento,
junte o caldo de carne e mexa um pouco.

Cozinhe em fogo lento e, quando pronto,
pouco antes de servir, fora do fogo,
misture a gema e o suco de limão.

Tenro cordeiro que, sacrificado,
se transforma num prato que redime
os pecados da gula e nossa fome.

Rabada ao Vinho Branco

Ingredientes
1 rabada
1/2 copo de vinho branco
1 molho de cheiros verdes amarrados
óleo, limão e sal

Lave bem a rabada com limão
e ponha a cozinhar com cheiros verdes
e sal. Quando estiver cozida ao ponto,
tire do fogo e guarde por um dia.

No outro dia, ou depois de muitas horas,
corte a rabada pelos nós, refogue
junto com os temperos no óleo quente.
Tampe a panela e deixe alguns minutos.

Ponha água, vinho branco meio seco
e deixe em fogo brando a tomar gosto,
amaciando a carne lentamente.

Após algumas horas de fogão,
a rabada estará como se fosse
profundo apelo a todos os sentidos.

Pernil na Mostarda

Ingredientes
1 pernil
banha
mostarda

Este assado é tão fácil de fazer
que até quem nunca entrou numa cozinha,
quem não sabe fazer um ovo frito,
é capaz de passar por grande mestre.

O preparo da base é o seguinte:
fazer pequenos furos no pernil,
usando aquele garfo de dois dentes
ou apenas um garfo dos comuns.

Num tabuleiro untado deposite
a peça inteiramente recoberta
de uma espessa camada de mostarda.

Leve o pernil ao forno muito baixo,
marque uma hora para cada quilo
e mostre seu talento culinário.

Lombo à Moda de Armando

Ingredientes
 
600 gramas de lombo de porco
2 dentes de alho
1 cálice de vinho branco
sumo de 1 limão
1 colher de sopa de banha ou margarina
sal e colorau

Amasse alho com sal e colorau,
esfregue a massa em volta do lombinho.
Tempere com o vinho, com limão
e besunte com banha ou margarina.

Arrume na assadeira e deixe um dia
a carne a repousar tomando gosto.
Aqueça o forno, deixe lentamente
o lombo assar formando o próprio molho.

Com este molho vá regando aos poucos
e quando estiver pronto sirva quente,
mas pode, se quiser, servi-lo frio.

Acompanham batatas ou salada:
o que for do seu gosto casa bem
com este lombo à moda portuguesa.

Língua à Maria Boa

Ingredientes
1 língua de boi
5 colheres de sopa de óleo
1 molho de cheiros verdes
1 tomate cortadinho
1 pimentão cortado em tiras
1 cebola raladinha
pimenta-do-reino e sal

Ó língua, antiga fonte de prazeres,
que enlouqueceste reis, imperadores,
do amor arma infalível, redentora,
no entanto te prefiro aferventada,

até que tua pele fique solta
como nesta receita nordestina.
Depois de retirar a pele a faca,
refogue a língua em óleo até dourar.

Convém tirar o excesso de gordura.
Tempere com pimenta, cheiros verdes,
cebola, pimentão, mais o tomate.

Cubra com água, leve a cozinhar
até formar-se um molho consistente.
Ó língua de prazeres infinitos.

Leitão Assado

Ingredientes
1 leitão de seis quilos
2 folhas de louro
1 cebola grande
2 dentes de alho
2 limões
2 copos de vinagre
6 cravinhos
1 colher de café de cominho em pó

1 palmo de casca de laranja
1 colher de sopa de banha de porco
sal e pimenta-do-reino

Limpe um leitão com cerca de seis quilos,
lave em água com suco de limão.
Misture no vinagre alho amassado,
água, cebola, louro, sal e cravo.

A pimenta e o cominho mais um palmo
de casca de laranja complementam
a perfumada e rica vinha d'alhos.
Deixe o leitão um dia neste banho.

Passe banha de porco em toda a pele
e deixe em forno quente quatro horas.
De vez em quando, fure a pele e regue

com o molho formado na assadeira.
Este animal nasceu pra ser comido
em tenra idade, ao forno, bem crocante.

Feijoada

Ingredientes
1 quilo de feijão
1/2 quilo de lingüiça

1 paio
1 rabinho de porco
1 orelha de porco
1 língua

1/2 quilo de carne seca
250 gramas de lombinho defumado
6 dentes de alho batidos
pimenta-do-reino
cominho e sal

Deixe o feijão de molho por um dia.
Junte lingüiça, pé, rabinho, orelha,
carne seca, lombinho, paio, língua,
depois de dessalgados e fervidos.

Ponha tudo com água na panela,
deixando cozinhar até que os grãos
e as carnes fiquem tenras, bem cozidas.
Faça o tempero assim como se segue:

Alho, pimenta, sal, num refogado,
junte um pouco do caldo do feijão
e devolva à panela original.

Jogue por cima um pouco de cominho.
Prepare à parte um molho de pimenta
e se prepare pra comer rezando.

Farofa de Dona Alice

Ingredientes
300 gramas de lingüiça calabresa cortadinha
2 cebolas médias picadas
100 gramas de margarina
4 ovos
1/2 molho de salsa
50 gramas de passas
farinha de mandioca
sal a gosto

Frite bem a lingüiça em margarina,
acrescente as cebolas à gordura,
deixando-as dourar completamente.
Jogue os ovos e mexa sem parar.

Quando a gema estiver endurecida,
vá derramando aos poucos a farinha,
mexendo com vigor até o ponto.
Desligue o fogo e prove então o sal.

Ponha salsinha e passas sem caroços
misture um pouco mais, sirva em seguida
enfeitada com ovos em rodelas.

A farofa vai bem com qualquer carne,
principalmente assados ou grelhados,
conforme recomenda Dona Alice.

Bifes à Cavalo

Ingredientes
bifes grandes, de um dedo de espessura
ovos, um para cada bife
sal e pimenta-do-reino
batatas fritas

É fácil cavalgar esta receita
glorificada em todos os botecos
e que corre por fora dos cardápios
das mesas onde senta a burguesia.

Escolha bifes grandes, sem gordura
e tempere com sal e com pimenta.
Passe os bifes ao ponto preferido
numa mistura de óleo com manteiga.

Arrume com os bifes, na travessa,
batatas descascadas e em rodelas
depois de fritas no óleo, bem sequinhas.

Ponha um ovo estrelado em cada bife
como alguém a coroar um vencedor.
Este bife é o melhor, pode apostar.

Caldo Verde

Ingredientes
500 gramas de batatas
1 chouriço de carne
2 dentes de alho
4 colheres de sopa de azeite
200 gramas de couve cortada bem fininha
sal

As armas e os barões esfomeados
criaram muitas sopas que fizeram
a fama da cozinha lusitana.
O caldo verde reina entre essas sopas.

Ponha a ferver dois litros d'água e sal
e na água que ferveu ponha as batatas
descascadas, deixando cozinhar
com chouriço cortado e dentes d'alho.

Batatas em purê voltam pro caldo
com a couve lavada em várias águas
e a metade do azeite português.

Na altura de servir o caldo verde
ponha o resto do azeite, coroando
este prazer do velho Portugal.

Corações Refogados

Ingredientes
1/2 quilo de corações de galinha, limpos
2 cebolas batidinhas
2 tomates picados sem pele e sem sementes
1 colher de sopa de manteiga
pimenta-do-reino e sal
2 xícaras de caldo de galinha
5 dentes de alho picados
1 colher de sopa de azeite
1 colher de sopa de óleo
50 gramas de bacon
3 colheres de sopa de salsa picadinha
2 colheres de sopa de talos picados de cebolinha
molho inglês

Os miúdos das aves são imensos
prazeres que levamos para a mesa.
Coração de galinha refogado
é prato que demonstra essa verdade.

Tempere os corações com sal, pimenta,
leve-os ao fogo inteiros, na manteiga
com cebolas batidas e tomates.
Ajunte o caldo e deixe cozinhar.

Na mistura do azeite com o óleo,
derreta o bacon, frite os dentes d'alho.
Derrame os corações na frigideira.

Jogue gotas do molho, cheiros verdes,
mexa, refogue mais alguns minutos
e alegre o coração dos convidados.

Cuscuz à Dona Juracy

Ingredientes
1 prato fundo de fubá de milho
1 xícara de chá de açúcar
1 colher de café de sal
1 colher de erva-doce
250 gramas de queijo fresco de Minas
cortado em fatias bem finas
1/2 litro de leite fervido

Peneire junto tudo o que for seco
e ponha a colherzinha de erva-doce.
Umedeça com leite toda a massa,
forme uma bola usando as próprias mãos.

Num cuscuzeiro deite um guardanapo
com água umedecido. Ponha a massa
e espalhe pelo fundo da vasilha
enchendo-a em camadas: massa e queijo.

Coloque o cuscuzeiro no vapor
de um caldeirão com água pelo meio,
cozinhando uma hora em fogo lento.

Quando o queijo ficar bem derretido,
está pronto o cuscuz, prato caseiro,
tradição africana em nossa mesa.

Estas e outras receitas em versos podem ser encontradas no site

http://www.umacoisaeoutra.com.br

 

 

 

Voltar

Top30 Brasil - Vote neste site!
Concurso Top30 Brasil

| Home | Contato | Cantinho Infantil | Cantinho Musical | Imagens da Maux |
l
Recanto da Maux | Desenterrando Versos | História e Genealogia l
l
Um Herói nunca morre l Piquete - Cidade Paisagem l
MAUX HOME PAGE- designed by Maux
2003 Maux Home Page. Todos os direitos reservados. All rights reserved.

HostMídia - Hospedagem Profissional de Sites