PIQUETE - CIDADE PAISAGEM
História

Praça Duque de Caxias



Busto de Caxias, no coreto ao centro da Praça
Foto de Lety

Marco na paisagem urbana piquetense, o conjunto arquitetônico formado pela Praça Duque de Caxias é um amplo espaço cívico, que há 55 anos influencia na qualidade de vida da população, enfocando aspectos físicos, ambientais e de uso. Construída pela Fábrica Presidente Vargas, sua inauguração ocorreu na manhã do dia 8 de novembro de 1952. Esse foi mais um grande presente recebido pelos piquetenses. Durante os dias que antecederam o evento, enquanto os operários da quarta divisão da Fábrica se esmeravam nos detalhes finais da obra e no ajardinamento, a população, numa ansiedade natural, esperava pela festa. O diretor da FPV, Cel. Almir Autran Franco de Sá, convidou para inaugurar a nova praça o general Waldemar Brito de Aquino: justa homenagem a este militar, responsável por grande parte das obras sociais desenvolvidas em Piquete nas décadas anteriores, durante o período em que foi diretor daquela instituição fabril.


Busto do Cel. Waldemar Brito de Aquino
Foto de Lety

Durante sua gestão, com a colaboração do major José Pompeu Monte, o gen. Aquino desenvolveu um projeto educacional que transformou Piquete e o tornou referência nacional: criou um departamento educacional com Ginásio, Escola Industrial, Escola Agrícola, Escola Normal e Jardim da Infância. Construiu, também, o hospital, vilas operárias, e foi o responsável por um amplo projeto de urbanização da cidade. Daí a importância de sua presença ao evento. Querido pela população, seu retorno a Piquete era aguardado com expectativas. No dia da inauguração, desde as primeiras horas da manhã, a população se dirigia ao local. Às 9 hs, a Praça, toda enfeitada se agitava devido aos populares que vinham de diferentes pontos do município. Em formatura, lá se encontravam os praças do Contingente e os alunos do Departamento Educacional, assim como representações do operariado. A oficialidade, autoridades civis e religiosas, e também seus familiares davam um tom elegante à festividade. O general Waldemar Brito de Aquino, ao chegar ao local, foi recebido pelo coronel diretor e seus oficiais, e encaminhado para o interior do "Gymnasium de Esportes Duque de Caxias", que se encontrava repleto de visitantes. Essa obra, devido ao seu tamanho, desde sua construção tornou-se conhecido como Elefante Branco. Sob aplausos, o general Aquino descerrou a placa de bronze, dando por inaugurado o prédio. Discursaram na ocasião o cel. Almir Autran Franco de Sá, o tenente Bartholomeu Siqueira de Moraes Ferreira e, finalmente, o general Aquino. Seguiu-se, logo após, a cerimônia de inauguração da Praça Duque de Caxias, alinhando-se toda a oficialidade no coreto de alvenaria, em cujo centro se erigia o busto do patrono do Exército Brasileiro. Hasteada a Bandeira, depois da continência de estilo, desfilaram, com grande entusiasmo, os pracinhas do Contingente e os alunos e alunas do Departamento Educacional. Do programa desportivo inaugural do "Elefante Branco" constaram partidas de basquete e voleibol, em campeonato, com alunos do Departamento Educacional, participando os ginásios diurno e noturno,com disputa de valiosos prêmios. A "Pracinha", como se tornou conhecida, é um amplo espaço formado pelo Pórtico da FPV, "Cine Estrela do Norte", "Grêmio General Carneiro" e "Grêmio Duque de Caxias". Ao centro, um coreto ladeado por pérgulas e um bem cuidado jardim. Esse conjunto arquitetônico singular é único no Vale do Paraíba e exemplo de edificação de estilo eclético. É marco de uma época.


A estudante Silvia Maria Leite Mota declama,
frente ao coreto da pracinha, em solenidade cívica - 1968

O caráter simbólico dessa praça e sua ligação com o operariado, os estudantes e toda a população a tornaram um símbolo dos piquetenses. Grandes encontros cívicos foram nela realizados, atraindo grande massa popular, como em 15 de março de 1959; cinqüentenário da Fábrica, quando um desfile cívico-militar contou com a presença de toda a população. O mesmo afluxo se deu em 15 de junho de 1991, centenário de Piquete, quando foi palco de memorável desfile.

Jornal "O Estafeta" - Piquete, SP
Novembro de 2007


Visão recente da pracinha e do antigo cinema.
Foto de Lety

Voltar

 

 

| Home | Contato | Cantinho Infantil | Cantinho Musical | Imagens da Maux |
l
Recanto da Maux | Desenterrando Versos | História e Genealogia l
l
Um Herói nunca morre l Piquete - Cidade Paisagem l
MAUX HOME PAGE- designed by Maux
2003 Maux Home Page. Todos os direitos reservados. All rights reserved.