FORÇA EXPEDICIONÁRIA BRASILEIRA



Genésio Valentim Corrêa
2G - 128768 Sd/DP/FEB
Esta foto encontra-se na Câmara Municipal de Piquete, SP. 
Sua imagem foi escaneada do Jornal "O Estafeta", de maio de 2005.

 

Expedicionário Genésio Valentim Corrêa
"Aquele que morre por seu país serve-o mais, em um só dia, 
do que os outros em toda a vida. "

Quem visita o plenário da Câmara Municipal de Piquete vê em uma de suas paredes a fotografia de um jovem soldado. A grande maioria não sabe de quem se trata, por que motivo e desde quando ela se encontra ali. O fato ocorreu numa sessão solene concorrida, realizada no dia 25 de agosto de 1955, quando foi prestada merecida homenagem a um dos filhos de Piquete morto nos campos de batalha, na Itália, durante a 2a Guerra Mundial - o expedicionário Genésio Valentim Corrêa, filho de João Valentim Corrêa e Dona Maria Rosa Corrêa. A solenidade teve início às 20h, após a chegada do Prefeito Municipal, José Geraldo Alves, do Cel. Edgard de Almeida Lima, diretor da FPV, e do Padre João Batista Serafim, vigário da Paróquia de São Miguel, e a família do expedicionário homenageado. O salão da Câmara encontrava-se repleto de convidados. O presidente da Câmara, José de Castro Ferreira, a quem coube a iniciativa daquela reunião, esclareceu que os motivos da solenidade eram comemorar o Dia do Soldado e a inauguração, no recinto da edilidade, do retrato do pracinha piquetense morto numa das batalhas para a conquista de Monte Castelo, em dezembro de 1944. O Hino Nacional, executado pela Banda de Música da FPV, marcou o início da sessão, seguido pela chamada, pelo vereador José de Castro Ferreira, dos participantes da Força Expedicionária Brasileira (FEB) presentes àquela sessão: Major Pedro Alberto de Souza Gomes Galvão, Ten. José Marinho de Andrade, José Pedro Ximenes, Sebastião Amaro Salvador, João Pereira, José Valentim Corrêa, Agenor Lúcio de Souza, Geraldo Nogueira Castilho, José Cândido e José Luiz da Silva. Depois que todos responderam "presente", foi feita a chamada de Genésio Valentim Corrêa, mantendo-se todos no mais absoluto silêncio. Um soldado do contingente militar da FPV executou o toque de silêncio. A seguir, o Presidente da Câmara convidou a mãe do expedicionário morto para descerrar a fotografia, ato que foi saudado com calorosa salva de palmas. Em nome da Câmara Municipal, o vereador Miguel Kruse Médice, num eloqüente improviso, exaltou a figura de Caxias, focalizando-a pelo ângulo de suas atividades civis e aspectos de pacificador. Sua alocução enriqueceu a homenagem merecida que o povo de Piquete, por meio de sua Câmara Legislativa, prestava ao herói piquetense, soldado Genésio Valentim Corrêa, tombado nos campos da Itália como membro da Força Expedicionária Brasileira, em defesa da legalidade. Finalizando o evento, ocupou o microfone a jovem Mirthes Mazza, representante do Departamento de Educação da FPV, que homenageou o pracinha de Piquete:

 "(...) todos nós brasileiros, animados pelo ideal de uma Pátria altiva e unida, capazes de defender com a disciplina - o trabalho; com a força - a paz; com a consciência - a liberdade; e com o culto do heroísmo - a preparação do porvir, a dignificação da Pátria. E é por dignificação à bravura do homem, à resistência, à abnegação, que neste momento a Câmara Municipal desta terra coloca em suas paredes a imagem simbólica de um bravo! Um bravo que será, para os piquetenses, inesquecível como Caxias é para o Brasil! Um herói insigne, cujo nome talvez muitos ignorem. Morreu longe dos horizontes da Pátria: longe de sua terra e de sua gente, e derramou seu sangue pela subsistência de um mundo livre. (...) Seu nome - Genésio Valentim Corrêa. Honremo-nos desse herói! É Piquete que se ufana neste momento por celebrar com respeito a tradição do heroísmo na lição incomparável de nossos heróis. (...)". 

As palavras da oradora foram finalizadas com uma salva de palmas. Meses depois dessa memorável noite cívica, com a Resolução de nº 36, a Câmara Municipal resolveu mandar colocar no seu salão de reuniões, em caráter permanente, a efígie do herói piquetense.


Placa da rua dedicada ao soldado.
Foto de Lety

 Anteriormente, o decreto lei nº 38, de 05 de agosto de 1946, já o havia homenageado, dando o seu nome a uma rua que inicia na Av. Luiz Arantes Júnior e termina na Av. Tancredo Neves.

Jornal "O Estafeta"
Piquete, SP - Maio de 2005


Esquina da Avenida Luiz Arantes Júnior com a Rua Expº Genésio V. Corrêa.
Foto de Lety

 

Um Herói nunca morre!

Simples História de um Homem Simples
As Origens
Força Expedicionária Brasileira
l
1 l 2 l 3 l 4 l 5 l 6 l 7 l 8 l 9 l 10 l 11 l 12 l 13 l 14 l 15 l 16 l 17 l 18 l 19 l 20 l
l
21 l 22 l 23 l 24 l 25 l 26 l 27 l 28 l 29 l 30 l 31 l 32 l 33 l 34 l 35 l 36 l 37 l 38 l 39 l 40 l
l 41 l 42 l 43 l 44 l 45 l 46 l 47 l 48 l 49 l 50 l
51 l 52 l 53 l 54 l
55 l 56 l 57 l 58 l 59 l 60 l
l
61 l 62 l 63 l 64 l 65 l 66 l 67 l 68 l 69 l 70 l 71 l 72 l 73 l 74 l 75 l 76 l 77 l 78 l 79 l 80 l
l
81 l 82 l 83 l 84 l 85 l 86 l 87 l 88 l 89 l 90 l 91 l 92 l 93 l 94 l 95 l 96 l 97 l 98 l 99 l 100 l
Homenagens aos Heróis
Saudade
A vida felizmente pode continuar... 

 

 

 

Voltar

| Home | Contato | Cantinho Infantil | Cantinho Musical | Imagens da Maux |
l
Recanto da Maux | Desenterrando Versos | História e Genealogia l
l
Um Herói nunca morre l Piquete - Cidade Paisagem l
MAUX HOME PAGE- designed by Maux
2003 Maux Home Page. Todos os direitos reservados. All rights reserved.